MODELO-FOTO3.jpg

UM COMPORTAMENTO DISRUPTIVO

Em 2020, foi observado um novo comportamento disruptivo quando alguns alguns juvenis começaram a interagir principalmente com embarcações à vela, mas também com embarcações de pesca, embarcações pneumáticas e catamarãs. Os relatos descrevem que as orcas tocaram, empurraram e até giraram as embarcações que, em alguns casos, resultou em danos na popa, principalmente no leme. No total, foram registadas 45 interações de julho a novembro de 2020 entre as águas do Estreito de Gibraltar e o noroeste da Espanha (Galiza), incluindo a costa ao longo de Portugal continental. Embora não tenha sido relatada nenhuma interação em dezembro de 2020, desde janeiro de 2021 foram registados dois novos casos na costa Atlântica  de Marrocos e no estreito de Gibraltar, destacando a persistência deste novo comportamento ao longo do tempo. Isso confirma a necessidade urgente de ações específicas baseadas na coordenação internacional entre administrações, marinheiros e cientistas para evitar qualquer dano futuro a pessoas, orcas e barcos.

Apresentação em

ECS-Webinar_v2.png