Questionário

Desde o início das interações, em 2020, coletamos informações das tripulações com base em uma pesquisa, que pode ser consultada aqui. Agora demos mais um passo por meio de um projeto de colaboração para coletar informações sobre interações e não interações.

Colaboração GTOA/CA

 

O Grupo de Trabalho Orca Atlântica (GTOA) foi criado com a preocupação com a saúde da população ameaçada de pequenas orcas no Estreito de Gibraltar (cerca de 50 indivíduos) e respondeu rapidamente reunindo informações sobre o que estava acontecendo e ao mesmo tempo fornecendo informações úteis informações à comunidade. dos marinheiros quando este problema apareceu pela primeira vez.

Desta forma, estabelece-se a colaboração com a Associação de Cruzeiros (CA) , que se preocupa com a difícil situação dos velejadores e com a situação desta população em perigo de extinção. Ambas as organizações concordaram que é necessário mais trabalho para proteger os interesses dos pequenos barcos sem causar mais danos às orcas. É óbvio que uma solução inofensiva para o problema beneficiará tanto os marinheiros quanto as orcas.

A colaboração GTOA/CA visa ajudar e expandir o estudo existente, melhorando a comunicação com a comunidade de navegação e aprimorando a pesquisa para aprender lições que ajudarão as tripulações a evitar interações com orcas ou reduzir o impacto em suas embarcações, caso ocorra. uma interação.

Por isso a CA criou um link web para explicar tudo isto e transferir para os navegadores, interagindo ou não, um inquérito para recolha de dados, cujos resultados serão suportados por ambas as entidades e melhorarão a informação pública sobre estes factos.

Você pode acessar o site da ca sobre orcas neste link